Física na Escola

By Ardiley Torres Avelar On 08/23/22 09:01 Updated at 01/24/23 14:48

Apresentação

O projeto "Física na Escola" oferece às instituições de Ensino Fundamental, Médio e Técnico palestras gratuitas a serem ministradas pelos professores e técnicos do Instituto de Física (IF) da Universidade Federal de Goiás (UFG) nas instituições solicitantes.

Os temas são variados, e abordam desde temáticas curriculares da disciplina de Física até assuntos científicos que possam despertar interesse aos estudantes do Ensino Médio, obviamente, tais assuntos estão correlacionados às linhas de pesquisas desenvolvidas no IF-UFG. Com essa atividade, as instituições solicitantes poderão oferecer aos seus estudantes um momento de interação com a UFG, agregando diferentes perspectivas sobre os temas discutidos em sala de aula e trazendo temáticas atuais da Física, colaborando para a formação de um cidadão mais informado, sendo capaz de avaliar o significado das evoluções científicas e tecnológicas à sua volta, tornando a sua escolha profissional mais consciente.

Para solicitar uma palestra, a instituição poderá escolher o assunto a partir da lista de palestras apresentada abaixo. Uma vez escolhida a palestra, deve-se formalizar a solicitação enviando um e-mail para a Secretaria de Extensão ou para a Coordenação do Projeto “Física na Escola”.

Agendamento e mais informações

Secretaria: (62) 3521-1014

Coordenação: Prof. Marcus Carrião (mscarriao@ufg.br)

 

Palestras disponíveis

Simulando o mundo microscópico no computador: da molécula ao vírus.

Prof. Dr. Herbert de Castro Georg

Nesta palestra mostraremos, de forma bastante ilustrativa, as possibilidades que as técnicas de simulação computacional nos oferecem para se estudar as propriedades da matéria em nível microscópico, onde ela é regida pelas leis da mecânica quântica, com aplicações na Física, Química e Biologia.

 


Física Computacional? O que é e o que faz...

Prof. Dr. Guilherme Colherinhas

Nesta palestra abordamos como o desenvolvimento e a evolução de métodos computacionais têm sido aplicados para o estudo de novos materiais e tecnologias utilizando conceitos da física. Discutimos aspectos teóricos que permeiam a área de desenvolvimento de nanomateriais e algumas aplicações com o objetivo de demonstrar aos estudantes do Ensino Médio como os conceitos que eles estudam na disciplina de física podem estar relacionados com as novas e futuras tecnologias e como tais descobertas são realizadas utilizando-se recursos computacionais.

 


Inteligência Artificial e a Pesquisa Científica

Prof. Dr. Guilherme Colherinhas

Nesta palestra é abordado conceitos básicos de Inteligência Artificial e Aprendizagem de Máquina com o objetivo de descrever como podem ocorrer aplicações desses conhecimentos em algumas áreas do conhecimento, especialmente onde há conceitos físicos, químicos e/ou biológicos envolvidos, tais como: ciências de materiais, investigação de fármacos, melhoramento de exames de imagens, entre outros. Os estudantes do Ensino Médio terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre Inteligência Artificial e compreender como esta técnica influencia o mundo atualmente, desde sua utilização em celulares até a sofisticadas aplicações em medicina.

 


Da filosofia à terceira revolução quântica

Prof. Dr. Norton G. de Almeida

Nessa palestra faremos uma introdução aos problemas de fundamentação na mecânica quântica envolvendo o emaranhamento ou entrelaçamento quântico. Esses problemas, até 1935, eram tratados como não mais que discussões filosóficas de interpretação da mecânica quântica. Em 1935 John Bell propôs uma desigualdade que mudou radicalmente a situação, abrindo a possibilidade de testar experimentalmente as implicações consideradas "estranhas" por todos os físicos da época. Com os testes experimentais mostrando novos fenômenos previstos pela mecânica quântica, inaugurou-se a era das revoluções em tecnologia quântica, incluindo a informação e a comunicação quânticas.

 


Os impactos da Biofísica

Profª. Drª. Cássia Alessandra Marquezin

Após definirmos o que é Biofísica, mostraremos diversos exemplos de aplicações e resultados de impacto em áreas como Medicina, Farmácia, Biotecnologia, etc. Ao término da palestra, os estudantes compreenderão a importância e a necessidade da interdisciplinaridade nas fronteiras de pesquisa atuais.

 


O que são as interações fundamentais da Natureza?

Prof. Dr. Fábio Braghin

Iniciamos com uma breve discussão do porquê é importante investigar e entender as Leis da Natureza. No nosso dia a dia, tudo acontece por ação de diferentes tipos de forças, normalmente forças de contato entre dois objetos que levam por exemplo aos nossos movimentos, aos veículos se movimentarem e tudo mais. No entanto se pudéssemos usar um "super microscópio" para analisar a origem física e microscópica das interações até o nível das partículas elementares veríamos muitas coisas e efeitos muito diferentes. Ao mesmo tempo, as leis físicas da nossa realidade no dia a dia são bem diferentes das leis físicas observadas em um nível mais microscópico. Neste nível mais fundamental conhecemos quatro tipos de interações fundamentais (gravitacional, eletromagnética, nuclear forte e nuclear fraca) as quais vamos discutir na palestra. Por fim, apresentamos indícios astrofísicos e cosmológicos que levam a grandes expectativas de que haja pelo menos mais uma interação fundamental - que ainda não conhecemos.

 


Altos e baixos no mundo colorido dos estranhos, belos e charmosos quarks e glúons: um mundo microscópico top!

Prof. Dr. Fábio Braghin

Iniciamos com uma breve discussão do porquê é importante investigar e entender as Leis da Natureza. Dentre as partículas elementares conhecidas atualmente existem algumas que garantem a estrutura e estabilidade do núcleo atômico (neutrons e prótons) através da interação nuclear forte: são os quarks e gluons. Estando em um nível da realidade física muito difícil de ser acessado, e super diferente do que estamos acostumados a pensar, são necessários grandes aceleradores de partículas para observar suas manifestações. Nesta palestra vamos expor alguns desenvolvimentos que levaram a este paradigma e algumas das principais ideias que parecem se manifestar neste nível fundamental e cheio de mistérios da Natureza.

 


Fissão nuclear

Prof. Dr. Abraham Ortega Paredes

O processo de fissão nuclear parece, a primeira vista, um aspecto complicado de entender, resumidamente a fissão nuclear é o processo de divisão do núcleo de um elemento químico pesado em dois outros elementos mais leves e de massa aproximada. Em nossa conversa abordaremos conceitos básicos sobre este fenômeno e suas diversas utilidades.

 


Alice no país da microscopia

Drª. Tatiane Oliveira dos Santos

O que é e para que serve? Nessa conversa, abordaremos os principais aspectos da microscopia que tem possibilitado a observação e exploração do que até então era invisível ao olho humano e que passou a ser visto e explorado com o auxílio da microscopia.

 


Buracos negros multidimensionais e sistemas quânticos fortemente interagentes

Prof. Dr. Romulo Rougemont

Nesta palestra, inicio discutindo as 4 interações fundamentais atualmente conhecidas na natureza (gravitação, eletromagnetismo e as forças nucleares fraca e forte), e como elas descrevem parte do nosso universo observável (mencionarei brevemente também aspectos do universo ainda bastante desconhecidos, como a matéria escura e a energia escura). Das 4 interações fundamentais, apenas a gravitação apresenta dificuldades matemáticas severas ao ser submetida ao processo de quantização. Neste contexto, a Teoria de Supercordas surge como a principal candidata à uma Teoria Quântica da Gravitação, requisitando matematicamente um universo com 10 dimensões espaço-temporais. Mencionarei como a Teoria de Supercordas, por meio da chamada Dualidade Holográfica, envolvendo buracos negros multidimensionais, tem auxiliado na investigação de diversas propriedades físicas de sistemas quânticos fortemente interagentes, tais como novos estados da matéria de quarks e glúons produzidos em colisões de partículas de altas energias (e, talvez, também no interior de estrelas de nêutrons), supercondutores de altas temperaturas, etc.

 


A Física do Futebol

Prof. Dr. Salviano A. Leão

O futebol é o esporte mais popular do Brasil e do mundo. Nesta palestra será discutido os efeitos aerodinâmicos, responsáveis por alguns dos movimentos da bola de futebol. Será discutido o fenômeno chamado de "crise do arrasto" e o efeito Magnus que é relevante quando a bola em seu voo possui um movimento de rotação. A luz desses dois efeitos no movimento da bola, alguns lances serão analisados.

 


O curso de Física Médica na UFG

Prof. Dr. Jonas Oliveira da Silva

A palestra tem por objetivo apresentar o curso de graduação em Física Médica da UFG, bem como a formação básica e avançada dos(as) bacharéis e bacharelas em Física Médica formados(as) na UFG. Serão apresentados também um panorama da profissão no Brasil e as áreas de atuação deste(a) profissional nas áreas clínicas, de pesquisa e de desenvolvimento tecnológico.

 


O Universo de Einstein

Prof. Dr. Lucas Chibebe Céleri

Desde seu surgimento, o ser humano sempre olhou para o céu em busca de seu entendimento. Ao longo dos séculos, o conhecimento se acumulou e evoluiu de maneira impressionante. Desde modelos fortemente baseados em crenças religiosas até a relatividade geral, passamos pelo geocentrismo, heliocentrismo e a descoberta da gravitação universal por Isaac Newton, apenas para citar alguns poucos. Nesta palestra apresentamos de maneira didática a evolução destes conceitos até chegarmos em nossa descrição mais moderna, baseada na teoria da relatividade geral desenvolvida por Albert Einsten no início do século XX.

 


O Maravilhoso Mundo dos Quanta

Prof. Dr. Lucas Chibebe Céleri

Diz-se que entramos no século quântico. Por todos os lados vemos surgir a palavra quântico: colchões quânticos, energia quântica, cura quântica, etc... Mas o que, de fato, a física nos diz sobre o mundo quântico? Nesta palestra vamos abordar os elementos que nos levaram à descoberta da teoria quântica, seu significado e suas verdadeiras aplicações tecnológicas, como os computadores quânticos que já são uma realidade.

 


Plásticos elétricos? Polímeros condutores e sua versatilidade para (bio)sensores

Prof. Dr. Hugo José Nogueira Pedroza Dias Mello

Os polímeros condutores são uma classe de materiais que possuem duas características, a priori, antagônicas: são orgânicos em sua estrutura, como a borracha, mas, apresentam condutividade elétrica, como os metais. Dessa forma, possuem vantagens quando utilizados em diversos dispositivos eletrônicos modernos. Especialmente, podem ser aplicados em sensores e biossensores, muito importantes para a ciência moderna. Nesta palestra, trataremos não apenas sobre o que são, em essência, os polímeros condutores, mas também sobre os fundamentos de biossensores e como essas duas áreas se conectam.